Flex vs Flash vs HTML

Flex vs Flash vs HTML

Bom, antes que pensem coisas, o que me levou a escrever este post foi ver muitas coisas que não achei correto nas discussões geradas nos comentários dos posts aqui e aqui em blogs que são grande referencia do flex e das aplicações ricas para internet e que curiosamente alguns acusam de lever a cabo uma campanha anti-flex.

O que eu pretendo com este post é dar a minha opinião muito sincera sobre o que eu penso disto tudo.

Uma coisa que me espanta é muita gente a confundir as coisas quando se fala de flex vs flash vs html. Primeiro de tudo: Não tentem comparar coisas que não devem ser comparadas;

Flash:

-Têm como principal objetivo a criação e publicação de animações para a plataforma flash, tende a ser usado maioritariamente em sites onde o cliente não se importa de prejudicar a indexação nos motores de busca em troca de uma apresentação visual que nunca outra plataforma é capaz de fazer até hoje.

– Atualmente permite que os motores de busca possam indexar algum do seu conteudo, e se estão com duvidas nada como o site de testes (disponivel aqui) que tem como objetivo provar e entender o que realmente os motores de busca indexam. Embora não ache isto necessario porque um site em flash nunca deve ter como principal objetivo distribuir informação em larga escala.

– Permite usar deeplinking, apesar de muitos cépticos, a realidade é que é possivel e apesar de levar algum trabalho é possivel obter um site em flash completamente dividido em “paginas”, têm duvidas? vejam: http://evapadberg.de e vao navegando no site olhando sempre para a barra de navegação, podem facilmente encontrar links assim:

http://evapadberg.de/#/en/information/autograph/

http://evapadberg.de/#/en/images-05—08/2008-karstadt-01/

etc…Os botões Recuar e Avançar funcionam ingualmente…

– Em conjunto com uma versão alternativa do site em html, usar devidamente as html tags e pelo menos um sitemap que incluia alguma informação este site também pode ser indexado num motor de busca… mas isso denota-se que não foi a pioridade deste site que apesar de usar deeplinking em todo ele nao foi presente aos motores de busca.

Flex:

– Assume todos os pontos relativos ao flash, afinal de contas é uma framework baseada na mesma plataforma.

– Confunde-se muito pela facilidade de utilização, que apesar disso não deve ser pensado para todas as soluções.

– É uma ferramenta poderosa, versatil e ainda sem rival no que diz respeito às rias, comunidade e suporte.

HTML

– Facil de ser indexado, no entanto se for feito sem atenção vai acabar pior classificado num motor de busca que um site em flash/flex

– Facil de desenvolver, mais barato e permite a utilização de elementos ricos tanto de uma RIA, como do Flash.

– A nivel de apresentação de dados é rapido, no entanto em estruturas complexas de dados dificilmente consegue bater o flex.

A opinião:

Infelizemente à maus exemplos de tudo, Vejam isto em HTMLeste em Flash e alguns outros em Flex.

– Muita gente que faz sites em flex é simplesmente pelo facto de nao os conseguir executar em Flash, porque o flash é muito mais complicado que o flex em muitas coisas.

– Um portal informativo como foi dado em exemplo no video de um dos posts falados em cima, é bonito, agradavel mas só pelo facto de ser em flash (sim, é em flex mas nao deixa de ser flash) perde muito. Além de ter levado muito mais tempo a ser executado que uma versão HTML + derivados (ajax, php, etc’s…) esse tempo denota-se que nao foi gasto (como deveria ter sido) a pelo menos minorizar um dos maiores problemas do flash, o deeplinking.

– Tentem fazer uma Ria em HTML puro ou em Flash!! Facilmente conseguem entender o principal foco do flex.

– O flex veio trazer uma vida nova ao mercado, e existem sites feitos em flex que dificilmente conseguem identificados como sendo flex, mas sim flash, vejam o exemplo deste site onde é usado flex em quase a totalidade do site (alguns elementos foram feitos em flash).

O que realmente fica mal é um site com as tecnologias mal aplicadas… ou seja, um site feito em flex pode não ficar mal tal como um site em flash, porque tanto num aspeto como num outro tomou-se a escolha de sacrificar a usabilidade/indexação para dar lugar a um conteudo mais rico e agradavel. Um site em flex fica bonito? pessoalmente acho muito dificil encontrar um site em flex que fique tão agradavel como uma versão em flash, mas então porque não usar flash quando 99% das necessidades de um site feito em flex também estao presentes no flash? não me perguntem…

Eu faço muitos trabalhos em flash, e por mais faceis que sejam certos efeitos no flex, jamais eu iria fazer um site em flex, a não ser que me fosse proposto dessa forma. Nunca daria a solução flex para sites a não ser que mo pedissem, tal como ja mo fizeram.

Eu faço muitos trabalhos em flex, e por mais agradavel que o flash seja, dificilmente integro um botão ou animação feitos no flash no flex, porque quase sempre temos soluções no flex para deixar o mesmo padrão visual. O flash não consegue tao facilmente gerir dados, enquanto que o html o consegue fazer mas não têm o nivel de apresentação visual do flex, logo temos claro que temos varias opções:

– E possivel fazer um site em flex muito agradavel sem despertar o ódio alheio! vejam este que falei em cima!

– Se o cliente não se interessa por usabilidade e não precisa nem quer saber da indexação nos motores de busca, e alem disso quer um site visualmente fantastico, flash é a solução.

-Se o cliente deseja trabalhar com dados, muitos dados e quer uma apresentação agradavel, Flex ou HTML (+ajax e companhia) são soluções.

– Se o cliente quer fiabilidade, rapidez e interactividade na apresentação/gestão de dados, entre flex e html/ajax recomendo flex.

Em jeito de nota final: Eu amo o flash e amo o flex e quanto ao html também gosto, mas difcilmente aceito/tenho projetos com ele. Quanto ao flash / flex é demoroso a implantação do deeplinking, e ainda mais da correta elaboração de um sitemap, de um site alternativo pelo menos com os pontos mais importantes…por isso o flex não deve ser utilizado para fazer sites, porque a nivel de animação visual nao consegue concorrer com o flash e a nivel de usabilidade nao consegue concorrer com o html.

O flash não deve ser opção quando as palavras google, yahoo, SEO, indexação, apresentação no google são indicadas pelos cliente mais que 2/3 vezes numa das conversas pre-projecto. Se um visual em flash seria fantastico, paguem os serviços de um bom designer e terão um visual fantastico em HTML e o site indexado correctamente como o cliente desejava.

O HTML não deve ser usado quando existe uma necessidade extrema de fiabilidade de dados, uma poderosa apresentação visual e sem duvida a não dependencia de browsers e/ou quando é exigida alguma animação de conteudo. Não deve ser usado para apresentação visual de muita quantidade de dados, porque o flex faz isso nativamente e facilmente enquanto que no HTML terão que recorrer muito mais frameworks do que html.

Como eu disse no unico comentário meu ao post originario desta “confusao saudavel”:

“…flex não é para sites porque necessita do triplo do trabalho para conseguir 80% das vantagens de um site html, mas seguindo a mesma linha dos mesmos problemas também podemos dizer que o flash não é para sites…”

Mas no entanto o que mais vemos é sites fantasticos feitos em flash…não podemos colocar tudo no mesmo saco!

Agora, cabe ao desenvolvedor aconselhar o cliente do que pensa, e sem duvida primeiramente pensar no que ele realmente precisa, neste aspecto os maiores erros são cometidos na escolha da plataforma a utilizar. Mas nunca devemos defender extremos, porque nunca sabemos o que realmente interessa ao cliente. Uma marca Cartier não precisa de figurar detalhadamento no google e nem têm necessidade absoluta de compradores vindo do google ou de qualquer outro motor de busca, porque ela ja têm o seu publico alvo definido muito antes de sequer existir internet, esta marca precisa sim de apresentar algo de elegante, atraente e que os compradores gostem, porque afinal a sua marca é demasiado forte para se estarem a preocupar demasidado com detalhes.

Temos que aprender que por amar certa tecnologia nao podemos ser burros ao ponto de ela ser superior em tudo! Porque isso não é verdade em nenhuma tecnologia. Como o video tao falado inumerou bastantes erros no tal portal em flex, num site em html também seria facil de descobrir erros… lembrem-se que foi uma questão de argumentação e nao de denegrir o trabalho de quem está por detras do portal ou da implantação da tecnologia.

Todas as teconologias são passiveis de serem usadas, desde que correctamente, e principalmente saber se o resultado final agrada ao desenvolvedor, ao cliente e ao publico alvo. Há sempre quem vá abusar de determinada plataforma e correr riscos, havera sempre trabalhos mediocres, bons, excelentes em qualquer uma das plataformas, trabalhos que poderiam ficar melhor em outra plataforma com menos esforço quer de tempo quer monetário. Fica o bom senso! E para todos aqueles que faltaram ao respeito uns aos outros nos mais variados comentarios naqueles posts dos blgos acima enumerados, aprendam que cada um tem direito à sua opinião, e que tal como eu a podemos dar sem faltar ao respeito… afinal de contas, se nem o civismo nos resta não ha-de ser a nossa opinião que conte!

Bom, venham essas opiniões saudaveis!


7 comments

add yours
  • Froskie September 18, 2009

    “por isso o flex não deve ser utilizado para fazer sites, porque a nivel de animação visual nao consegue concorrer com o flash e a nivel de usabilidade nao consegue concorrer com o html.”

    O ponto crucial foi este. Falou tudo…

  • Machel Melo September 18, 2009

    Mario, é isso mesmo cara, tudo a favor, flex e flash não tem nada a ver, ops, tem? não tem? claro que não tem. mesmo sendo AS, e SWF.
    Uso flex para aplicações e flash pra site. e ponto FINAL.

  • Marcos Vilas September 18, 2009

    Concordo totalmente com o que você disse, mas isso tá difícil de colocar na cabeça de quem está apoiando essa campanha, realmente eu não entendo quais os motivos deles, mas eu respeito.

    Fica parecendo que estão com medo que os maus desenvolvedores “queimem” a tecnologia usando onde não deve, mas se são bons profissionais não precisam ter medo disso certo? Tá cheio de programadores ruins por aí usando tecnologias de maneira errada, mas nem por isso vou sair por aí numa caça as bruxas com extremismos. Lamentável.

  • joaquim fernandes September 19, 2009

    “O HTML não deve ser usado quando existe uma necessidade extrema de fiabilidade de dados”. O que queres dizer com isto e onde foste buscar esta ideia ?

  • Bruno de Stefano September 22, 2009

    Por muitas vezes ignorei os comentários feitos por estes que se dizem “Donos da Tecnologia”, mas o seu post foi o primeiro que tratou o assunto de forma elegante e racional.

    Participei do projeto Tucano.org.br como gerente de projeto e expresso a minha opinião pessoal sobre o assunto.

    A escolha do Flex pode ser questionável por qualquer um, mas ninguém tem tanta autoridade para falar sobre este assunto do que o próprio cliente, que desejava algo totalmente diferente dos portais tradicionais e aspirasse inovação, fomentando a experiência colaborativa.

    Como gerente de projetos posso tratar de assuntos que desenvolvedores nunca enxergarão enquanto estiverem em um patamar técnico longe do cliente, assuntos como prazo (2 meses para execução), equipe reduzida e alta qualidade dentro de um escopo muito amplo. Este cenário que descrevi acima foi decisivo para a escolha da tecnologia, e afirmo, não teríamos atingido o nosso objetivo com outra tecnologia, nestas condições.

    Desde o começo do projeto foram feitos estudos sobre a compatibilidade do Flex para SEO. Mas com certeza SEO não foi o foco principal do projeto, pois o portal é para a militancia de um partido politico, que faz parte de um projeto muito maior de redes sociais em formato viral.

    Adianto que desde a implantação do projeto (há 1 mês atrás) estão sendo acompanhadas ações de indexação, que já surtiram efeito significativos quanto ao posicionamento em busca orgânica.

    A discussão é saudável, pois acredito que assim que se solidifica uma tecnologia, começando pelos seus usuários. O que me deixa realmente preocupado é a falta de ética de algumas pessoas, que direcionam suas críticas de forma destrutiva e irônica levando em conta apenas a tecnologia.

  • Fábio M M Câmara September 25, 2009

    Acompanhei com extrema tristeza toda a confusão, observando pessoas que são referência e até formadores de opinião se agredindo daquela maneira. Parabéns pela maneira coerente e elegante de tratar de assunto, a meu ver, tão importante e complexo.

  • Léo October 16, 2009

    Acredito que poderia ter um efeito semelhante utilizando algum framework de javascript.
    Realmente flex não serve para sites. Gostei muito de como foi tratado a comparação, e mesmo não sendo muito fã do flash, realmente existem casos onde ele deve ser utilizado.
    Agora esse caso da utilização do flex foi feia msm :S

Leave a Comment

Post