Flash/Flex vs Silverlight, uma comparação.

Flash/Flex vs Silverlight, uma comparação.

Bem… vamos outra vez pelo campo das comparações, mas desta feita quem falou foi Muhammad Usama Alam num ótimo post a falar sobre ambas as tecnologias, embora tenha ficado muito por falar, mas acho que o artigo merece destaque, não levasse ele o carimbo da Smashing Magazine.

Vou apenas resumir alguns pontos desse artigo e acrescentar outros, no total 15:

  1. Animação; Ambas as tecnologias usam uma timeline, embora no flash seja apenas usada animação frame-by-frame, no silverlight pode ser usada uma animação baseada em tempo, definindo o estado de um elemento no inicio e o mesmo estado no final sendo a animação feita percorrendo essa linha de tempo mas também pode ser usada a animação frame-by-frame usando o Blend. O flash implementa alguns novos tipos de animações na sua ultima versão.
  2. Tamanho final; O flash disponibiliza a sua versão final comprimida, podendo embutir ficheiros, video e audio, enquanto que o silverlight usa o XAML como descritor da aplicação e como não usa qualquer compressão, geralmente o tamanho das suas aplicações é bem maior.
  3. Programação; O flash/flex utiliza o Action Script  que é conhecido pela sua grande versatibilidade, possui uma extensa lista de recursos disponiveis na web, muitos componentes feitos e a capacidade de comunicar praticamente com qualquer outra linguagem, como php, asp, ruby, java e muitas mais. Existem algumas IDE’s para programação de Action script gratuitas e a própria framework Flex é gratuita e open source. 
    O silverlight utiliza como sua base de linguagem o Visual C .net ou visual basic .net. Está reduzido ao uso dos produtos da microsoft, quem não são open source embora já exista uma ou outra alternativa gratuita para servidor de IDE. O suporte do .NET já é grande, mas não têm comparação ao flash/flex. Como se trata de uma tecnologia recente, ainda se encontra  limitado no que diz respeito à comunicação com outras linguagens de programação embora também seja possivel. Uma das vantagens neste aspecto é a vantagem profissional, para desenvolver silverlight existem profissionais com cursos superiores e formação em .NET, enquanto que o action script não é profissionalizado o suficiente para merecer o titulo de profissional principalmente no que diz respeito ao Adobe Flex.
  4. Video e Audio; O Flash suporta enumeros formatos de video e audio, que se juntarmos ao Flash Media Server transforma o flash capaz de ler grande parte dos formatos do mercado incluindo video em alta definição com codec’s como H.263 ou H.264. Enquanto que o silverlight ainda se encontra limitado ao Windows Media Video/Audio; wmv ou wma. O flash suporta renderização 3d (nativa no flash 10.x) enquanto que no silverlight o suporte é muito reduzido ou quase nulo. (espera-se que melhore na versão 3)
  5. Processamento de som; O Flash pode até gerar som nas versões 10.x do flash player. Nativamente já possui bastantes classes para lidar com audio, em especial mp3. O Silverlight não possui qualquer API nativa de controlo de Audio, nem mesmo para para o playback de ficheiros WAV.
  6. Acessibilidade; Ambas as tecnologias possuiem algum suporte, o silverlight consegue mesmo interpretar alguns comandos nativos do sistema operativo para tornar o conteudo mais acessivel, mas nada que se compara ao flash. O Flash/Flex alem de controlo visual, permite a atribuição de por exemplo, indexação de controlos, para a acessibilidade via teclado. Permite apresentar nativamente “legendas” e comentarios sobre um playback de arquivos de video, e um amplo controlo de funçoes por parte do utilizador como o controlo do audio com o teclado numérico.
  7. Compatibilidade; O flash é compativel com a maioria dos Sistemas Operativos do mercado, incluindo as versões do Windows, Mac, Linux (openSUSE e Ubuntu…) e Solaris. 
    O silverlight é compativel com Windows, incluindo o mobile, mac e algumas distribuições linux com recurso ao moonlight. 
  8. SEO – Search Engine Optimization; Aqui o flash ainda está a dar os primeiros passos, sendo que apenas o google anunciou o suporte à indexação de conteudo flash (já é um passo importante) e a yahoo pretende seguir os passos do google. Neste aspecto o MSN está a desenvolver a mesma tecnologia para silverlight. Como o silverlight compila o texto em arquivos separados, este texto pode ser lido como tal e é facilmente indexado nos motores de busca.
  9. Formatos de imagem; Neste aspecto o flash é rei, além de possuir suporte nativo a quase todos os formatos de imagem padrão, ainda consegue edita-las e com recuso á versão 10.x guarda-las no sistema operativo do utilizador nativamente. O silverlight suporta png e jpg nativamente, outros formatos também são suportados mas limitadamente.
  10. Ligações via socket; Permite com que seja possivel uma ligação directa a um computador por via do seu IP; Neste ponto o flash ainda necessita de muitos melhoramentos e o suporte é muito pouco. O Silverlight consegue nativamente efectuar estas ligações.
  11. Webcam e Micro; Suporte completo por parte do flash de uma maneira bem simples. O silverlight não suporta webcam nem microfone, embora esteja previsto para a próxima versão (3).
  12. Distribuição final; O flash consegue apenas exportar um unico arquivo .swf e se necessário usar arquivos separados para imagens e ficheiros de configuração. O silverlight é mais complexo na sua exportação, o que produz bastantes ficheiros visto que é exportado separadamente, audio, video e imagens.
  13. Aplicação Desktop; O flash pode ser exportado/arquivado como .exe, tornando por exemplo transformar um video flash em executavel windows. Pode ainda usar o AIR, adobe Integrated Runtime que permite a exportação de um qualquer projecto web para correr no desktop, permitindo a aplicação que se comporte como uma aplicação do sistema Operativo e tenha os mesmo privilégios, incluindo a criação e utilização de ficheiros locais para armazenar informação/dados. O silverlight não permite nada disto (embora na próxima versão esteja prevista esta capacidade por parte do silverlight).
  14. Streaming / difusão; Apesar de suportar streaming, o flash necessita de um investimento extra, quer em programação quer no FMS (Flash media server) o que torna o seu suporte muito baixo. Por sua vez o Silverlight pode usar a plataforma Microsoft Silverlight Streaming, que permite gratuitamente guardar e fazer o stream dos seus arquivos media.
  15. Suporte; O flash player encontra-se disponivel na maioria dos computadores, e conta com bastantes anos de experiencia e maturidade, enquanto o silverlight têm uma fraca taxa de penetração e tenha aparecido à pouco tempo. Mas esta taxa do silverlight pode facilmente ser superada, visto que se espera que as proximas versões/ actualizações dos seus sistemas operativos tragam o silverlight. A nivel de suporte por parte da comunida, é claro que uma tecnologia aberta como o AS3 possui uma muito maior comunidade, sendo extensa a lista de componentes e códigos fonte gratuitos. O silverlight como formato proprietario apenas começa agora a obter alguma atenção por parte da comunidade.

Embora o silverlight tenha, sem duvida, sido a melhor aposta da microsoft nos ultimos anos, deve demorar tempo para consguir roubar algum mercado ao adobe, embora esta listagem em cima demonstre que tanto o flash como o silverlight têm pontos fortes e fracos. Mas bom, por final o autor demonstra o quadro onde podemos ver alguns pontos interessantes desta comparação: 

silver

Se bem que em alguns pontos não concorde com as opiniões expressas, acho que o artigo merece uma leitura completa e atenta, por isso vejam o post original aqui.

Espero que seja util na hora de optarem por desenvolver uma Ria.

 

Abraço.


9 comments

add yours
  • Mario Junior May 15, 2009

    Descordo desse trecho:
    “…para desenvolver silverlight existem profissionais com cursos superiores e formação em .NET, enquanto que o action script não é profissionalizado o suficiente para merecer o titulo de profissional principalmente no que diz respeito ao Adobe Flex.”

    A grosso modo, ele tenta dizer q quem desenvolve AS3 seriam os “sobrinhos da vida”??? Está totalmente equivocado. Vou tentar comunicá-lo para esclarecimentos… hehehe.

  • Mario Junior May 15, 2009

    Aee xará, lendo o post original não achei o trecho q comento acima. Sendo assim, acho q a conclusão é sua (ou posso estar enganado).

    Então, pq um programador AS3 não pode “merecer o título de profissional, principalmente ao Adobe Flex”?

    Valeu.

  • Mário Santos May 15, 2009

    Aee Mario,

    Talvez não me tenha conseguido expressar bem, queria falar a nivel superior, querendo dizer que é muito mais facil encontrar um programador com diploma superior em .net do quem em AS3.
    Não quiz dizer que um programador as3 não é profissional, apenas queria dizer que o facto é que a plataforma .NET /Visual C. está presente desde os cursos tecnicos até aos cursos superiores (faculdade), enquanto que para ter uma boa base de apredizagem com o flash a nivel escolar têm-se quase quee seguir uma area na educação superior (faculdade).

    Era isso aí xará :)

  • cyberfifa May 15, 2009

    Boas Mário,
    a 3 semanas mais ou menos tiveram na minha escola uns senhores da Microsoft mostrando o silverlight e o XNA. fiquei impressionado com deep zoom que carregava imagem em streaming…. tava muito bom…

    No fim disse que tava a desenvolver o projecto em flex e perguntei qual teria mais futuro e mais vantagens. para meu espanto ele não disse que o silverlight era melhor… disse que tinha umas coisas melhor e outras pior….

    Abraço Filipe

    p.s:Daqui a um tempinho insiro o site na net para dares uma opinião….

  • Chico Adelano May 21, 2009

    Acho importante somar duas coisas. O flash é extremamente superior em animação, principalmente por ter começado como um softare para motion. Isso é incontestável quando se observa que o flash NÃO é restrito a frame a frame, tendo tween extremamente bem resolvido ( tanto em timeline quanto por action script). Na versão CS4, a timeline é idêntico ao do After Effects, o que mostra seu poder como softare de motion.

    O segundo ponto é sobre profissionalização. O Flash exige trabalho multidisciplinar, e o profissional ideal ainda está surgindo, capaz de entender comunicação e lógica no mesmo nível. E mesmo pensando apenas no desenvolvedor, uma vez que o Action Script é orientado a objeto e que muitas das engines de ponta do flash são migradas de C++, creio que qualquer bom profissional de TI pode trabalhar com ele sem nada a criticar.

    Aos interessados: http://www.actionscript.org .

  • Mario Junior May 29, 2009

    Fala xará :)

    Desculpa, não tinha visto sua resposta antes.

    Então, agora entendi melhor seu ponto de vista. Realmente, as faculdades aderem mais a linguagens do .Net a q o AS3 (embora, pelo menos aqui no Brasil o que domina mesmo no mundo acadêmico é Java e C).

    Mas, acredito que isso tende a seguir um pouco o mercado pq as faculdades acham q preparam seus alunos para o mercado (oq é uma utopia, mas tudo bem) e então aplicam linguagens que são mais voltadas ao mercado, por isso escolhem pascal (delphi), c, c++, java e ultimamente c#/vb.net (.net framework).

    Em maringá, onde tive a felicidade de montar o AUG FlexInga, já contávamos com a participação de professores de um centro universitário que inclui AS3/Flex nas aulas de programação. Por enquanto, é a única faculdade que ensina AS3 que eu conheço. Com a força que a Flash Platform ganhou graças ao Flex, acredito que logo logo as faculdades irão “abrir os olhos” para o AS3 e Flash Platform em geral.

    Um abraço!

  • Rodrigo Melo June 13, 2009

    Faltou um detalhe muito importante. O plugin do Flash é muito mais simples de instalar que o SilverLight. No Flash, basta entrar numa página que tenha alguma coisa em Flash embutida e vai aparecer a opção de instalar pelo site da Adobe. Já o Silverlight precisa entrar no site da Microsoft, baixar um executável e instalar como se fosse qualquer outro programa. No Flash, sequer é necessário reiniciar o navegador. No Silverlight o navegador tem de estar fechado. Assim fica difícil a adoção do Silverlight. Eu mesmo cogitei usar um site de um cliente, mas desisti quando vi que os usuários teriam dificuldade em entender como iriam instalar o plugin. Um ou outro, depois de instalar o Silverlight poderia ter problema no PC e reponsabilizar meu cliente. Enfim, continuo com todos o projetos multimídia feitos em Flash, até a Microsoft melhorar a forma como ela distribui o Silverlight.

  • george michelon June 23, 2009

    ridicula a comparação entre flash e silverlight
    o criador do artigo puxa sardinha para o lado da microsoft…e ainda ha varias falhas, coo por exemplo que o flash contem um unico aqrquivo swf q mantem tudo dentro dele , como imagens , videos e por ai vai…nem vou perder tempo em comentar mais isso,,,

  • Master October 5, 2010

    Pra variar metem o pau no sl por ser da ms, estamos convertendo um ERP que é em java para SL, e, na boa, simplesmente incrivel…

Leave a Comment

Post