Flex SDK, Builder, Air, Eclipse, AS3… por onde começar ?

Flex SDK, Builder, Air, Eclipse, AS3… por onde começar ?

Depois de uma duvida num post anterior, percebo que existem muitas duvidas na hora de iniciar no Flex visto que existem muitas referencias na net sobre iniciação, mas com diferentes pontos de arranque confundindo tantos termos; Flex Builder, Flex SDK, Air, Eclipse, pelo que vou passar a explicar um pouco sobre cada um para que seja mais facil de entender toda esta complexidade que erradamente complica o Flex.

Vejamos…

Flex, é o nome em si de uma nova tecnologia baseada no flash. O flex não passa de uma framework para a plataforma flash, que implementa o flash com um aspecto visual muito mais elaborado transformando-o com um conteudo rico (RIA – Rich Internet Aplication) muito por causa da sua capacidade de inter-agir com enumeras linguagens de programação como php, asp, .net ou java e com as mais completas bases de dados e API’s. Ou seja, quase tudo o que é feito em flex é possivel de fazer no flash, tendo como grande diferença no flash teriamos que criar todos os passos, e no flex, como é uma framework já possiu muitos componentes prontos a usar. Iniciado pela Macromedia em 2004 não tendo sido muito popular entre desenvolvedores, Mais tarde comprado pela Adobe (um dos primeiros softwares que a adobe comprou à macromedia, primeiro de todos) e lançado no mercado com o nome Adobe Flex, nome que toda a gente conhece.

Air, (Adobe Integrated Runtime) uma aplicação  que permite conteudo flash / aplicações desenvolvido em Flex serem executadas no Desktop / Ambiente de trabalho sem necessidade de instalações elaboradas. Aumenta a possibilidade de extender o flash ao desktop permitindo ao flex ser considerado na hora de desenvolver uma aplicação para desktop que tenha grande necessidade de suporte online, com uma facilidade e capacidades extremas pode mesmo ser usado “apenas” para uma simples aplicação como um leitor de video ou editor de texto.

Flex SDK, este é dos termos mais falados e não é nada mais que o “core”/coração do flex, são as tais funções da framework prontas a usar. Chamado de Kit de desenvolvimento de software (Software Development Kit) permite que posssamos usar todas as funções / elementos do flex nas nossas necessidades. (O SDK é gratuito e possui um compilador para compilar o nosso codigo e transforma-lo num .swf)

Flex Builder. Aqui podem existir muitas confusões… para desenvolver Flex não precisa do Flex Builder. Pode até usar o notepad, passo a explicar. O Flex Builder é um aplicativo que apresenta uma estrutura gráfica de apoio para o desenvolvimento de aplicações baseadas no nosso SDK (Chamadad de IDE – Integrated Development Environment), ou seja, é uma interface para o nosso SDK. O flex builder (software / ide ) foi baseado no Eclipse, um popular programa para programação das mais diversas linguagens. Como este é eclipse é versavel ao ponto de ser polivalente na interpretação de varias linguagens, a adobe decide basear o seu Flex Builder neste mesmo software. O Flex Builder é Pago (excepto instituições de ensino e estudantes).

Eclipse. O programa que falei em cima, como disse é polivalente ao ponto de interpretar muitas das linguagens comuns com recurso a algumas plugins, inclusive existe uma plugin “flex builder” para o eclipse, que o transforma num autentico Flex Builder, mas esta extensão é paga. O eclipse (gratuito) é muito popular entre empresas / desenvolvedores / programadores por ter um grande suporte, ser muito completo e por suportar enumeras linguagens de programação. É mesmo usado por grandes empresas e grandes projectos como o Zend Studio, Aptana, Borland ou até IBM (principal “investidora” do projecto).

Action Script é a base de tudo o que estamos a falar em cima, ou seja, apesar de o Flex usar uma variação do xml (MXML) para definir mais rapidamente alguns componentes da aplicação, na hora de compilar tudo vira Action Script 3. Esta linguagem é apontada como infinitamente extensivel o que nos permite conseguir fazer quase tudo com ela e principalmente obter uma grande variedade de componetes / extensões já feitas na comunidade e o mais interessante é que sendo uma linguagem orientada a objecto é de rápido desenvolvimento e para quem já trabalhou com o AS3 no flash é praticamente a mesma coisa. A grande dificuldade pode ser a passagem do AS2 para o AS3, mas posso indicar, não é assim tão dificil como parece e com pouco tempo vão passar a esquecer o AS2.

Assim que começei a desenvolver em AS3, esqueci completamente o AS2, mesmo no flash 8 onde ainda desenvolvia alguns sites em AS2 e que agora passei a fazer com o AS3. Muito mais rápido, pratico e eficaz.

Bem, para iniciantes em flex (e que não conheçam o Eclipse) o flex builder ainda é sem duvida a rampa de lançamento para iniciantes, pelo simples motivo de ter uma interface apenas orientada para o Flex e Air e ser de facil interpretação. O suporte do flex é enorme e têm por detrás a gigante adobe, pelo que podem contar com a muito boa qualidade de tutoriais e artigos (inglês) e como a comunidade de utilizadores / desenvolvedores está cada vez mais a aumentar, já se pode encontrar muito boa informação em Potuguês, incluido aqui no blog como o “Adobe Flex a partir do Zero” disponivel para download aqui e a introdução ao action script 3 “trace (‘Action Script 3′)” disponivel para download aqui. Se percorrerem este blog encontrarão com certeza muita informação, bem como links para mais alguns blogs com muito boa informação e tutoriais.

Mais informações:

Ria – Rich Internet Aplications na wikipedia – Veja

Adobe Flex – Site oficial – Veja

Adobe Open Source – Flex SDK – Veja

Adobe Air – Veja

Eclipse – Site Oficial – Veja

Flex.org – Site de suporte e showcase – Veja

Bom, espero que tenham ficado esclarecidos e agora saibam por onde começar.. :)

Abraço.


9 comments

add yours
  • Nardelis (Brasil) September 12, 2008

    Muito bom!!!
    Abraço

  • Chucky September 30, 2008

    Realmente fiquei supreendido!Primeiro pela sua disposição em ajudar a comunidade ao ponto de escrever livros; Segundo, nota-se que gosta mesmo disto!=P Dou-lhe os meus sinceros parabéns pelo blog que está simplesmente perfeito e para um iniciante em Flex como eu é sem dúvida uma grande ajuda(sem faltar de referir novamente os livros…PERFEITO!)

    Muito obrigado.

  • Mário Santos October 1, 2008

    Ainda bem que está ajudando.. :)

    Valeu!

    Abraço.

  • Professor de java July 10, 2009

    Muito esclarecedor. Parabens!

  • Lo - Ruama Oliveira January 25, 2010

    Po cara! Sua disposição em ajudar é fantátisca! E se eu puder dar um conselho, seria interessante você dar uma olhada na estrutura do texto porque teve momentos que fiquei em duvida sobre o que você estava querendo transmitir (“inter-agir”, “enumeras”… Toma cuidado ok)

    Abraços

    vlws

  • Lucas Kuhn February 15, 2010

    Belo texto. Eu queria saber o seguinte:
    Caso eu faça um menu e coisaradas e quinquilharias como um desktop virtual pelo flash usando AS 3 eu posso transformar em AIR ou ele possui uma linguagem específica?

  • Mário Santos February 15, 2010

    Olá Lucas,
    Então, o AIR usa alguns pontos especificos dele proprio, mas na generalidade uma aplicação feita em Flash as3 corre em air…

    Veja como:
    http://www.gskinner.com/blog/archives/2007/07/creating_air_pr.html

    Se procurar pela net encontra muitos artigos a falar sobre isso.

    Abraço.

  • Thiago July 14, 2010

    Muito bom! obrigado pelas dicas assim ja posso comecas meus estudos tranquilos ja sabendo os software que necessito obrigado.

  • Cristiano December 5, 2010

    Valeu!!!

    Muito legal sua atitude!!!

    Gde abç,

    Cristiano.

Leave a Comment

Post